O rio das ilusões passageiras

No rio das ilusões passageiras não há chegada, não há saída, não leva ao mar, não leva para outro rio. Este rio é um vício. É um grande círculo infinito.
No rio das ilusões passageiras tudo passa, menos o rio que circula continuamente. Sem fim e sem começo...
Os barcos se acabam, pessoas se afogam, os peixes vão e vem... As pedras vão sendo gastas sem que ninguém perceba, pois este é o rio das ilusões passageiras. Onde tudo passa menos o vicioso rio e sua correnteza.
Navegam anos inteiros sem se darem conta de que o mesmo local de partida se repetiu muitas vezes. Pois tudo muda: as árvores, as pedras, os momentos. Só não muda o circular do rio das ilusões passageiras.

0 comentários:

Postar um comentário

Seguidores